O que considerar ao comprar um novo notebook?

O que considerar ao comprar um novo notebook?

Nem sempre comprar o notebook mais caro é a melhor opção. Fatores como o uso, memória RAM e processador precisam ser considerados

A escolha de um novo notebook requer uma série de cuidados como, por exemplo, estar atento às especificações da máquina.

De fato, comprar eletrônicos pode acabar sendo uma dor de cabeça por conta de tantos detalhes: HD ou SSD? Quantos GB de memória? Qual processador? Essa e outras perguntas surgem na mente do usuário.

Por isso, muitas pessoas que não entendem acabam comprando o mais barato (ou o mais caro, caso tenham mais dinheiro) sem entender o que estão levando. Para não cair nesse erro e saber escolher bem seu notebook, leia o artigo abaixo!

Para que você vai usar seu Notebook?

Primeiramente, é preciso saber qual será a função do notebook que você comprará: será para olhar as redes sociais? Apenas para trabalhos mais simples, usando processador de textos e planilhas? Para edição de áudios e vídeos? Ou para execução de jogos?

Tudo isso precisa ser pensado na hora de adquirir um novo notebook, visto que cada aparelho é voltado para uma tarefa: alguns são mais simples e portáteis, outros mais potentes e mais caros.

Além disso, nem sempre sair comprando o modelo mais caro é recomendado: em geral, é melhor ver se você precisará das funções que o notebook oferece.

Por exemplo: se o usuário trabalha com administração e usa seu notebook a trabalho apenas para funções simples, como editar textos, criar planilhas e enviar arquivos para outros usuários, ele não precisa de uma máquina com 16GB de memória.

Entretanto, se a pessoa trabalha como editor de vídeo e deseja que eles sejam renderizados facilmente ao mesmo tempo em que ele continua fazendo outras tarefas no aparelho, esses 16GB de memória serão bem-vindos.

Procure um notebook com SSD

Até alguns anos atrás, o padrão em todo notebook era que ele viesse com um HD para armazenar todos os arquivos que fossem necessários. Hoje, isso mudou.

Com a chegada dos SSDs no mercado, os computadores em geral ficaram muito mais rápidos, pois esses dispositivos conseguem ler e gravar arquivos muito mais facilmente.

Portanto, sempre que for possível, é recomendado escolher por um SSD ao invés de um HD. Assim, o desempenho do notebook será melhor.

Infelizmente, o custo de um SSD acaba sendo maior que o custo de um HD, de forma que é preciso estar disposto a pagar um pouco mais por essa diferença no preço.

Por exemplo: existem muitas marcas que oferecem a opção de um HD de 1 terabyte ou um SSD de 256 gigabytes. Se você não for usar um espaço gigantesco na memória, a performance será melhor com o SSD.

Busque um notebook com bastante memória RAM

Para funções mais simples, notebooks com apenas 4 GB de memória RAM já conseguem dar conta do recado, uma vez que não exigirão muito do dispositivo.

Entretanto, para que seu dispositivo seja útil por mais tempo, o ideal é escolher pelo menos uma máquina com 8GB de memória. Assim, ele poderá rodar as versões mais atuais dos softwares por mais tempo.

Tudo isso, naturalmente, dependerá da aplicação. Entretanto, para pessoas que desejam trabalhar com audiovisual ou jogar jogos que exigem mais do seu notebook devem optar por ainda mais memória.

Preste atenção nos processadores

De fato, muitas pessoas acreditam que basta ter um Core i7 no computador para um alto desempenho. No entanto, esses processadores podem ser de uma geração mais antiga e, portanto, não serem tão eficientes.

Por outro lado, existem processadores de gerações mais recentes de Core i3 que são mais rápidos que os Core i7 de gerações anteriores. Por isso, no geral, deve-se buscar processadores com pelo menos quatro núcleos — se possível, até mais.

Verifique as entradas do aparelho

Atualmente, muitos notebooks estão vindo com pouquíssimas entradas para outros dispositivos. Pode ser que isso não seja um problema para você, mas é preciso estar atento — até porque suas necessidades podem mudar com o tempo.

Hoje em dia, a maioria dos aparelhos vêm com entradas USB, uma entrada para cartão SD (ou micro SD), uma para fone de ouvido/microfone e uma para cabo HDMI.

Portanto, se você quiser uma entrada para cabo de internet, por exemplo, é necessário observar e procurar um modelo que disponibilize essa opção. Além disso, muitas máquinas não vêm mais com entrada para CDs e DVDs.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.