Valor das multas de trânsito: tabela de preços completa!

No Código de Trânsito Brasileiro existe uma série de infrações diferentes, desse modo, fica difícil lembrar-se qual o valor das multas de trânsito e a gravidade de cada uma.

Desde o dia primeiro de Novembro de 2016, que as multas de trânsito no Brasil sofreram uma alteração e ficaram ainda mais caras. Por isso, é importante estar atento quanto essas alterações que, ainda há quem não saiba sobre.

Sendo assim, caso queira conhecer quais são os valores das multas de trânsito, bem como as suas consequências, então continue lendo esse conteúdo!

Qual o Valor Das Multas De Trânsito?

Qual o Valor Das Multas De Trânsito

Sem dúvida, uma grande parte dos brasileiros tendem a receber uma multa pelo simples fato de não prestarem atenção quanto as leis de trânsito.

Como por exemplo, esquecer os documentos do carros, carteira de motorista, ultrapassar um sinal vermelho ou até mesmo esquecer de colocar o cinto de segurança.

Tudo isso e muitos outros fatores podem acabar fazendo com que o motorista receba uma multa por sua desatenção. Desse modo, o motorista deverá pagar uma quantia para evitar problemas e, além disso, pode correr o risco de sofrer alguma consequência, como pontos na CNH.

De acordo com a legislação de trânsito do nosso país, o principal objetivo das multas é evitar que ocorra novas infrações, para que o trânsito possa se tornar mais seguro.

Mas, além das multas financeiras, há outras formas de punir certas ocorrências de trânsito que são consideradas mais leves. Entre essas punições, podemos citar:

  • Advertência por escrito;
  • Suspensão do direito de dirigir;
  • Cassação da Carteira Nacional de Habilitação;
  • Cassação da Permissão para Dirigir;
  • Frequentar curso de reciclagem.

Mas, afinal, quais são os valores das multas de trânsito? Bem, de acordo com a CTB, as infrações de trânsito são classificadas em 4 tipos diferentes:

  1. Leves;
  2. Médias;
  3. Graves;
  4. Gravíssimas.

O valor aplicado para cada multa tende a aumentar conforme o nível de gravidade. Ou seja, as multas leves são mais baratas, enquanto as gravíssimas são as mais caras.

Basicamente, o valor é aplicado da seguinte forma:

  • Leves: R$ 88,38;
  • Médias: R$ 130,16;
  • Graves: R$ 195,23;
  • Gravíssimas: R$ 293,47.

O que são as multas com fator multiplicador?

Muitas pessoas ainda possuem algumas dúvidas em relação as multas com fator multiplicador, pois o Código de Trânsito Brasileiro está sempre passando por mudanças para que algumas multas sejam mais rigorosas.

Ainda mais para infrações que possam colocar em risco a segurança do motorista e de outras pessoas. Sendo assim, quando uma multa gravíssima possui um fator multiplicador, significa que o valor padrão será multiplicado, aumentando assim o seu valor.

Como por exemplo, R$ 293,47 multiplicado por 5, dependendo da infração, o valor da multa aumenta para R$ 1.467,35. Quanto maior o fator, maior será o preço da multa.

No entanto, esse fator multiplicador só aumenta o valor da multa, não a quantidade de pontos na CNH. Portanto, confira a seguir quais são as multas que são aplicáveis ao fator multiplicador:

  • Dirigir sob influência de álcool ou outra substância psicoativa: fator multiplicador 10;
  • Participar de corridas não autorizadas, mais conhecidas como “rachas”: fator multiplicador 10;
  • Dirigir com a CNH cassada ou suspensa: fator multiplicador 3;
  • Dirigir com a CNH de categoria errada: fator multiplicador 2;
  • Usar o veículo para realizar manobras perigosas em vias públicas: fator multiplicador 10;
  • Usar o veículo para interromper, perturbar ou restringir a circulação na via, sem autorização das autoridades: fator multiplicador 20.

Qual é o valor das multas por excesso de velocidade?

Qual é o valor das multas por excesso de velocidade

Uma das multas mais comuns no Brasil, é a multa pelo excesso de velocidade. O valor dessa multa irá variar segundo o quanto o motorista ultrapassou do limite permitido em determinado trecho.

Sendo assim, as multas pelo excesso de velocidade têm 3 infrações diferentes, dependendo da porcentagem do limite de velocidade que ultrapassou o permitido, que são:

  • Média: velocidade até 20% acima da média, o valor da multa é de R$ 130,16 e 4 pontos à CNH;
  • Grave: velocidade entre 20% a 50% acima do permitido, o valor da multa é de R$ 195,23 e 5 pontos à CNH;
  • Gravíssima: velocidade 50% acima do permitido, o valor da multa possui fator multiplicador de 3, ou seja, fica R$ 880,41. Além disso, existe o risco também, de ter sua CNH suspensa na mesma hora, podendo variar o tempo de suspensão de 2 a 8 meses, de acordo com a gravidade da infração, entre outros fatores.

Como recorrer a uma multa de trânsito?

Mesmo as multas que possuem fator multiplicador, saiba que é possível recorrer de qualquer multa, pois esse é um direito assegurado por nossa constituição, tendo em vista que, em alguns casos, as multas são aplicadas de forma indevida. Confira os passos necessários!

  • Apresentar a Defesa prévia;
  • Entrar com recurso em primeira instância, na Junta de Recursos de Infrações, caso a Defesa Prévia for indeferida;
  • Entrar com recurso em segunda instância, no CETRAN ou no CONTRANDIFE, se o na JARI tenha sido indeferido.

Conclusão

Enfim, agora você já sabe qual o valor das multas de trânsito, de acordo com o CTB. Por isso é importante manter-se sempre atento quando estiver dirigindo, tanto para evitar as multas, quanto outras consequências que possa receber, de acordo com a gravidade.

Além disso, prestar atenção no trânsito é essencial para garantir a sua segurança e a de outras pessoas também.

Caso ainda tenha alguma dúvida sobre o assunto, deixe um comentário!

Leave a Reply