Como fazer o plano de negócio da minha empresa?

Como fazer o plano de negócio da minha empresa?

Está precisando de investimentos ou quer ter um controle maior sobre a sua empresa? Entenda a importância do plano de negócios!

O gestor da empresa precisa manter um trabalho constante de desenvolvimento de ações de melhoria e é neste contexto que está situado o plano de negócios empresarial. Seja para otimizar o uso de recursos, obter investimento, implementar mudanças ou realizar qualquer outra ação que envolva a tomada de decisões, o plano é essencial.

Desta forma, é fundamental conhecer o conceito e entender de que forma o plano de negócios pode ser aplicado na prática. Inclusive, hoje ele é determinante para as empresas que buscam investimentos externos.

O que é um plano de negócios?

O plano de negócios é um relatório de planejamento construído a partir da análise da empresa. Ele descreve, entre outras informações, os objetivos da organização e quais caminhos precisam ser percorridos para que tais objetivos sejam alcançados.

O documento permite identificar, por exemplo, se determinada ideia do negócio é viável ou não, trazendo mais informações sobre eventuais riscos organizacionais. O plano é desenvolvido a partir de diferentes visões: estratégicas, mercadológicas, operacionais e financeiras.

Diferentemente do que alguns gestores acreditam, o plano de negócios é importante tanto para quem está abrindo um negócio como para quem já tem empresa e quer ampliar o empreendimento ou simplesmente buscar conhecer mais sobre a empresa.

Na prática, ele permite organizar as ideias sobre a empresa, orientar uma expansão de organizações ativas, favorecer a gestão do negócio — tanto sob o ponto de vista financeiro quanto estratégico, facilitar a comunicação e auxiliar na captação de recursos. Para as empresas que estão em busca de investimentos externos, o plano de negócios geralmente é um documento exigido pelos investidores.

Como montar um plano de negócios?

Elaborar um plano de negócios é um processo que demanda uma análise profunda sobre o empreendimento. Assim, antes de colocar as ideias no papel, é preciso entender o negócio, suas características e o posicionamento junto ao mercado.

Trata-se de um documento personalizado e desenvolvido a partir da análise de particularidades da empresa, por isso varia muito de acordo com o empreendimento. A seguir, elencamos algumas dicas práticas de como montar um plano de negócios que podem ser adaptadas à realidade da sua empresa. Confira!

Sumário executivo

Como o próprio nome sugere, o sumário executivo lista os tópicos de cada sessão do seu plano de negócios, com um resumo da ideia sobre o empreendimento e a descrição do mesmo.

Análise de mercado

A análise de mercado consiste na avaliação do segmento de atuação da empresa, do público alvo, concorrentes e fornecedores. Essas informações são muito importantes sob o ponto de vista estratégico e a análise de demandas do mercado.

Plano de marketing

Nessa etapa o gestor vai estruturar as estratégias de marketing utilizadas para alcançar resultados nas vendas de seus produtos ou serviços. Aqui, é preciso avaliar quatro aspectos: o que a empresa vende, quanto será cobrado pelo produto, em quais canais esse produto será oferecido e como a gestão vai promover/divulgar o produto.

Plano operacional

O plano operacional detalha os processos que envolvem a produção do produto ou serviço: a localização da empresa, instalações, equipamentos, recursos humanos, capacidade de produção, o tempo necessário para a produção, quantidade de clientes que podem ser atendidos mensalmente, entre outros.

Plano financeiro

No plano financeiro, o gestor deve fazer projeções envolvendo custos iniciais, investimentos, capital de giro, entre outros. Esse relatório vai trazer conhecimento relevante sobre as necessidades do negócio e é fundamental para manter a saúde e garantir a continuidade das operações.

Análise de cenário

A última etapa é chamada de análise de cenário. Nela, o gestor vai analisar as possíveis situações e dificuldades que o empreendimento pode enfrentar e, caso elas se concretizem, quais caminhos seguir para superá-las.

Essa pode parecer uma das etapas mais difíceis do plano de negócio, porém, é uma das mais importantes, pois prepara o empreendedor para lidar com dificuldades que podem acontecer durante a operação da empresa. As simulações realizadas durante a elaboração do plano minimizam o impacto das adversidades e contribuem para o desenvolvimento de ações eficientes, que potencializam cenários favoráveis para o negócio.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.