As melhores dicas para melhorar suas videochamadas em 2021

As melhores dicas para melhorar suas videochamadas em 2021

            As reuniões virtuais por vídeo se tornaram comuns no cotidiano dos brasileiros em 2020 e 2021: sem a possibilidade de nos reunirmos pessoalmente, as videoconferências são as melhores soluções para estudantes, escritórios, empresas e até contato com a família e amigos. Diversos programas consolidados e novatos no mercado ganharam popularidade por permitirem a realização rápida de chamadas com múltiplos participantes, incluindo diversos efeitos e recursos para facilitar desde pequenas reuniões até aulas e troca de arquivos.

As melhores dicas para melhorar suas videochamadas em 2021

            Mas embora a tecnologia traga inúmeras conveniências e vantagens, uma série de atritos e problemas podem estragar completamente a experiência. Conexões instáveis com vídeo travando ou desconexões, baixa qualidade de áudio, e até mesmo ataques de malware visando atrapalhar conferências de pequenas e grandes empresas no Brasil. Será que é possível passar por 2021 sem as dores de cabeça causadas pela baixa qualidade das videoconferências? A resposta é sim, e nossa equipe preparou as melhores dicas para otimizar suas videochamadas. Confira.

1.  Otimizando a conexão com a internet

            O primeiro passo para melhorar uma videoconferência é garantir a estabilidade e velocidade da conexão. Chamadas em vídeo precisam enviar e receber um grande volume de pacotes em tempo real, e por isso, qualquer instabilidade na rede é capaz de comprometer a qualidade de toda a comunicação. Algumas dicas podem ajudar muito a melhorar a rede:

Programa de VPN

            Uma extensão VPN no navegador utilizado para realizar as chamadas, ou então, instalada no computador onde programas como o Skype ou Teams serão usados, é capaz de otimizar a rota da rede até o servidor, evitando latências e instabilidades. Além disso, a conexão se torna protegida contra ataques de malware, espionagem digital, e até mesmo lentidão proposital praticada por algumas operadoras de rede. O programa é um verdadeiro canivete-suiço para resolver os problemas de conexão, e é essencial para uma boa experiência com streaming e conferências.

Configurações do roteador

            O roteador de internet é quem faz a mediação entre nosso computador e os servidores externos onde a chamada é realizada. Por isso, alguns ajustes são essenciais para garantir que o aparelho não está degradando a qualidade do sinal de rede que é recebido pelos dispositivos. Na página de configuração do roteador, precisamos realizar alguns ajustes:

  • Habilite o canal de 5GHz: a banda de 5GHz é otimizada para maior volume de dados e velocidade. Apesar do sinal levemente mais fraco, a rede se torna muito mais apta a suportar serviços de vídeo online.
  • Ative o recurso Multicast: o Multicast otimiza a transmissão de pacotes de streaming para diversos aparelhos simultaneamente.
  • Use uma senha forte: é importante garantir que outras pessoas não autorizadas não possam acessar a rede e consumir a banda disponível.

2.  Melhorando o vídeo e áudio

            Outra fonte de problemas durante as videoconferências é a baixa qualidade de vídeo e áudio dos participantes. A verdade é que com a alta demanda causada pela quarentena, a situação econômica do país, e o congelamento de diversas linhas de produção, os preços de webcams (mesmo modelos inferiores) estão extremamente altos, inviabilizando a compra de equipamentos de qualidade por muitos usuários. Por isso, algumas dicas podem ajudar a desfrutar melhor de ferramentas que já temos em mãos:

Usando o smartphone como webcam

            Nossos smartphones já são pequenos, portáteis, sempre disponíveis em nossos bolsos, e contam com uma série de câmeras avançadas e microfones precisos. Não seria ótimo utilizar essa ferramenta como câmera para o computador? Com aplicativos como o iVCam, DroidCam, IP Cam e Live Cam, isso é possível. Basta baixar o app no computador e no celular, e através do cabo USB ou conexão Wi-Fi, o aparelho se transforma em uma câmera compatível com qualquer programa de videoconferências, e ainda conta com ajustes de brilho, contraste, efeitos para melhoria de imagem, e até filtros cosméticos.

Posicionamento da câmera

            Outro ponto importante é prestar atenção no posicionamento da câmera e microfone em relação ao usuário e às fontes de luz: para começar, é importante que a fonte luminosa esteja à sua frente, apontada para o rosto. Luzes posicionadas atrás do sujeito, ou seja, visíveis pela câmera, se transformam em pontos extremamente brilhantes que queimam a imagem e distorcem as cores exibidas pela câmera.

            Outro ponto importante é a posição do microfone: quanto mais próximo à boca do usuário, melhor. Caso o microfone não possua filtro de ruídos, materiais de tecido como uma meia-calça posicionados entre o falante e o microfone ajudam a filtrar artefatos do som. Por fim, é importante manter a distância do teclado e mouse do microfone, pois o ruído da digitação é extremamente alto.

            O uso de fones de ouvido também é imprescindível. Sem fones, os participantes da chamada sofrerão com o eco de suas próprias vozes, e o algoritmo de filtragem de áudio do programa de conferências irá acabar criando distorções nas vozes ao tentar eliminar o eco.

            Agora você já conhece as dicas simples, porém eficazes, que podem melhorar significativamente sua experiência com chamadas em vídeo durante a quarentena. Feitas de forma correta, as conferências têm o potencial de ajudar na organização de times, diminuir a solidão, e aumentar a eficiência dos projetos. Confira também: Como é o desenvolvimento de aplicativos em 2021?

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.